E o varejo ‘direct to avatar’promete impactar a economia e a vida das pessoas no mundo todo!

A WGSN é a autoridade global em previsão de tendências de consumo, lifestyle e design de produtos, ajudando marcas ao redor do mundo todo a criarem os produtos certos na hora certa para o consumidor do futuro.

Uma de suas tendências, apontadas para 2022 é o ‘direct to avatar’. Vamos conhecer mais sobre essa realidade do novo mundo?

Você já ouviu falar em ‘direct to avatar’?

Este é mais um, entre tantos tópicos, que mostra com expressividade o impacto da tecnologia e a força das vivências digitais. A pandemia antecipou novas realidades e fez com que as marcas se reinventassem e encontrassem novas inspirações para seus propósitos e atuações. Muitas dessas novas realidades se devem ao isolamento social, que intensificou a vida digital e as relações e interações proporcionadas pela internet. As marcas precisaram se adaptar ao novo mundo rapidamente e os consumidores são o alvo de tantas transformações.
            O Varejo ‘direct-to-avatar’, também conhecido como ‘D2A’ é um novo modelo de vendas que oferece às marcas um fluxo de receita adicional, criando designs e  vendendo-os especialmente para os avatares. Nesse contexto, os jogos, as mídias sociais e o entretenimento continuam a convergir de forma extraordinária, prova disso são as marcas que estão criando produtos virtuais projetados para as vivências imersivas das pessoas na internet.

 Já podemos comprovar e experimentar,  o ‘direct-to-avatar’ é o novo consumidor direto. As marcas D2A estão sendo vendidas em ambientes sociais ou virtuais competitivos como jogos ou mundos abertos onde os consumidores se projetam como um avatar. De acordo com a Forbes, o Snapchat acaba de lançar uma parceria de marca com a grife Ralph Lauren, onde um usuário pode selecionar roupas da nova coleção da marca e vestir seu avatar Bitmoji virtualmente com as roupas selecionadas.

Ainda de acordo com a Forbes, “os jogos gratuitos geraram US$ 20,6 bilhões em 2019. Um dos maiores, League of Legends ganhou US$ 1,5 bilhão em receita com essas skins em 2019. O outro grande nome, Fortnite gerou US$ 1 bilhão de seu total de US$ 2,4 bilhões no jogo skins no mercado de avatar. Os jogadores querem avatares, skins e conteúdo colecionável. Tudo isso deve chegar a US$ 50 bilhões até 2022”. Uau, são valores expressivos que revelam a força desta nova realidade!

As novas formas de comprar já são muito mais do que tendências, são realidades cada vez mais aperfeiçoadas, pertinho de se tornarem palpáveis para todos os consumidores. A NFR 2022, uma das maiores feiras mundiais sobre varejo, apontou algo muito interessante: as compras híbridas, com o físico e o digital cada vez mais integrados, possibilitadas pela digitalização cada vez mais intensa. É a interação do virtual ao físico para oferecer soluções otimizadas e cada vez mais práticas aos consumidores.

Entre as tendências, podemos destacar o provador digital, tecnologia que faz um scanner usuário e, com avatar tridimensional sugere looks personalizados. O ‘scan and go’ é outra novidade animadora e super criativa, essa tecnologia permite que o consumidor pegue o produto na prateleira e pague por ele usando o celular enquanto compra.

O menu ‘Touchfree, oferece maneiras de fazer compras por dispositivos que não precisam de toque físico, proporcionando diversas formas de interagir e visualizar os produtos digitalmente.

Depois da pandemia ficou fácil visualizar como essas soluções trarão segurança e praticidade para todas as pessoas ao redor do mundo. A tecnologia surpreende e revela novos mundos cada vez mais conectados e integrados.